top of page
Buscar

Rodeio Crioulo de Canela foi lançado no encerramento da Ronda Crioula




O Rodeio Crioulo de Canela, que chega a sua 39ª edição em 2024, foi lançado no evento de encerramento da Ronda Crioula, na noite de 13 de setembro, no Parque de Rodeios Saiqui.


A identidade visual do evento foi desenvolvida com base nas valiosas tradições que cercam o Rodeio, harmonizando elementos tradicionais com a beleza natural da cidade, baseado em uma pesquisa dos cartazes anteriores do evento, que permitiu compreender a evolução ao longo do tempo e garantir que a nova identidade visual mantenha a conexão com a história e a tradição, enquanto avança de maneira atualizada.


A foto do Sr. Henrique Castilhos merece estar em destaque. Ele que nos deixou no ano de 1996, aos 84 anos, foi casado com Amália Kuwer com quem teve três filhos: Eloci, Jacob e Eloi. Viúvo, casou com Joventina Pacheco.


Henrique fez parte das primeiras invernadas do CTG Querência, nos primórdios da entidade, era agregado das falas e exímio declamador. Homem campeiro, era liderança expressiva no nosso “Querência”.


Em 1978, Paulo Fernando de Oliveira e Luiz Fernando Drechsler, dois jovens integrantes da comissão organizadora do 1º Rodeio Crioulo de Canela, ao projetarem o cartaz do evento e, buscando homenagear aquele veterano senhor, lembraram de uma foto que havia ficado em primeiro lugar num concurso amador de fotografia. Era o seu Henrique montando num tordilho, empinando-o. A imagem foi captada por Paulo Sérgio Krause.


Desde então, a imagem de “um gaúcho empinando um cavalo” figura em todos os cartazes e troféus dos Rodeios de Canela, com exceção do Rodeio de 1994, um caso isolado, sendo conhecida e identificada, facilmente, por todos os rincões do Rio Grande e do Brasil a fora como símbolo desta festividade campeira em Canela. Seu Henrique atirou a armada de abertura do Rodeio de Canela de 1979 a 1993. Como forma de homenagear este importante tradicionalista, a patronagem do CTG Querência expôs um quadro, com sua foto, na recepção do galpão da entidade.


Foi apresentado, junto a arte do Rodeio, o selo comemorativo do CTG Querência que completa 70 anos de existência, em 2024.


A arte do evento, bem como o selo comemorativo, tem assinatura da agência canelense Estratégia Comunicação e Marketing.


O Rodeio Crioulo de Canela ocorrerá de 11 a 14 de janeiro, com provas campeiras e artísticas, sendo que pela primeira vez terá um Duelo de Prendas. Os fandangos também devem agradar a todos, com Paulinho Mocelin, Grupo Rodeio e Chiquito e Bordoneio.


O Rodeio Crioulo de Canela é uma realização do CTG Querência.

Comentarios


bottom of page